Trocar para a skin padrão
Futebol, Basquete, Vôlei, Tênis, Fórmula 1, UFC, NFL... Aqui é o espaço para os amantes do esporte.
Responder

Re: Dirigentes, federações e confederações esportivas

10 Mai 2018, 09:42

https://globoesporte.globo.com/rs/futebol/times/gremio/noticia/aos-86-anos-morre-o-ex-presidente-do-gremio-fabio-koff.ghtml

Imagem

O ex-presidente do Grêmio Fábio André Koff, 86 anos, morreu nesta quinta-feira (10) no Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, onde estava internado com um quadro de infecção generalizada. A morte foi oficializada pela assessoria do clube, que lamentou a perda.

"O Clube expressa toda consternação pela perda de um símbolo de sua história, responsável pela maior glória já alcançada dentro de campo, e solidariza-se com sua família, amigos e com a torcida tricolor", diz o comunidado do clube.

Koff foi presidente do Grêmio em 1982 e 1983, período em que o time foi campeão da Libertadores e do Mundial, e entre 1993 e 1996, após recuperar-se de um câncer, para voltar a ser campeão da América, do Brasileiro e da Copa do Brasil. A última passagem foi entre 2013 e 2014. O dirigente ainda presidiu o Clube dos 13 de 1987 até sua dissolução, em 2011.

O Hospital Moinhos de Vento divulgou uma nota:
Hospital Moinhos de Vento
Boletim médico – Fábio André Koff

Comunicamos o falecimento do paciente Fábio André Koff, ocorrido às 7h20 desta quinta-feira (10) no Hospital Moinhos de Vento. Ele estava hospitalizado desde 3 de maio, quando deu entrada por quadro de mal estar, piora do estado geral e febre. Inicialmente, foi constatada anemia severa, e exames adicionais evidenciaram infecção hepática.

Após resposta clínica apenas parcial aos antibióticos e demais medidas instituídas, o paciente foi transferido ao Centro de Tratamento Intensivo (CTI) na última segunda-feira (7). Em um quadro clínico de septicemia, insuficiência respiratória e disfunção de múltiplos órgãos, os cuidados intensivos foram mantidos durante todo o período, mas o paciente veio a óbito nesta manhã.

Presidente do Grêmio por três gestões, Fábio Koff foi responsável por algumas das maiores alegrias da nação tricolor. Conquistou títulos importantes, merecendo o respeito e a admiração de outras torcidas. Como um dos dirigentes mais bem-sucedidos do Brasil, também teve papel de destaque em associações representativas do futebol. Em seu legado, Koff deixa uma história de dedicação e paixão pelo esporte e por seu clube do coração.

Porto Alegre, 10 de maio de 2018.
Dr. Pierangelo Tadeu Baglio
Médico Pneumologista
CRM 25.749

Re: Dirigentes, federações e confederações esportivas

10 Mai 2018, 12:28

Sem palavras.

Re: Dirigentes, federações e confederações esportivas

25 Mai 2018, 20:30

https://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/noticia/um-dos-maiores-delatores-do-caso-fifa-jhawilla-morre-aos-74-anos-em-sao-paulo.ghtml

Imagem

Morreu na manhã desta sexta-feira (25), aos 74 anos, o advogado, jornalista e empresário J. Hawilla. Ele estava internado desde segunda-feira (21) no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, com problemas respiratórios. J. Hawilla tinha retornado ao Brasil havia alguns meses, depois de passar 5 anos nos Estados Unidos. O empresário deixa esposa, 3 filhos e 6 netos.

Descendente de libaneses, J. Hawilla começou na carreira de jornalista esportivo na década de 60. Nos anos 80, abraçou a carreira de empresário e comprou a até então desconhecida Traffic, que fazia publicidade em pontos de ônibus de grandes cidades.

Sob seu comando, a empresa passou a explorar a propaganda dentro dos gramados de futebol e se tornou a maior agência de marketing esportivo do país, sendo detentora dos direitos de exibição de importantes campeonatos de futebol no Brasil e no mundo.

Fora dos gramados, J. Hawilla investiu em meios de comunicação. Fundou a TV TEM, que surgiu com a compra das afiliadas da Rede Globo em Sorocaba, Rio Preto e Bauru e com a criação da emissora em Itapetininga. Também foi proprietário da rede de jornais Bom Dia, com presença em várias regiões do estado de São Paulo.

J. Hawilla foi preso pelo FBI, a Polícia Federal Americana, no dia 9 de maio de 2013, acusado de obstrução de Justiça. No dia seguinte, o empresário fez um acordo de colaboração com as autoridades americanas. Em troca de não ser processado por diversos outros crimes, Hawilla entregou uma grande quantidade de documentos e topou grampear vários de seus interlocutores: dirigentes de futebol, sócios, concorrentes.

A colaboração de Hawilla foi decisiva para o desenvolvimento do "Caso Fifa", maior investigação sobre corrupção no futebol mundial, que tem mais de 40 réus, entre eles os três últimos presidentes da CBF – Ricardo Teixeira, José Maria Marin e Marco Polo Del Nero – e os três últimos presidentes da Conmebol, Nicolas Leoz, Eugenio Figueredo e Juan Angel Napout.

Além de colaborar com as autoridades americanas. Hawilla aceitou pagar uma multa de US$ 151 milhões – até sua morte, o empresário já havia devolvido US$ 25 milhões. Sua sentença seria dada em 2 de outubro no Tribunal Federal do Brooklyn, em Nova York. Em dezembro do ano passado, Hawilla depôs no tribunal usando um cilindro de oxigênio e detalhou como pagava subornos para dirigentes de futebol desde 1991.

Segundo o próprio Hawilla contou, a Traffic, sua agência de marketing esportivo, subornava dirigentes de futebol para conseguir a preço baixo os direitos comerciais de competições da CBF e da Conmebol. Os direitos depois eram revendidos para emissoras de TV e patrocinadores por valores muito mais altos. Com parte do lucro da operação, as agências pagavam os subornos aos cartolas.

No mesmo depoimento em que confessou ter subornado cartolas, Hawilla mais de uma vez se disse arrependido.

– Eu me arrependo. Eu não deveria ter aceitado [os pedidos dos dirigentes por dinheiro]. É algo que eu lamento ter feito – declarou.

Desde o início de fevereiro, J. Hawilla estava no Brasil. Pelo acordo que fez com as autoridades dos EUA, ele precisaria estar presente ao Tribunal Federal do Brooklyn em outubro, quando sua sentença fosse lida pela juíza do caso, Pamela Chen. Em reportagem publicada no último dia 10 de maio, o GloboEsporte.com detalhou os grampos que mostravam como funcionava a distribuição de propinas no Caso Fifa.

Re: Dirigentes, federações e confederações esportivas

29 Mai 2018, 23:00

Imagem
Imagem
. Após cinco meses como diretor de futebol, Paulo Autuori deixa o Fluminense.


--

Imagem
Imagem
. Rodrigo Caetano é apresentado como novo diretor-executivo no Internacional.

Re: Dirigentes, federações e confederações esportivas

21 Ago 2018, 19:45

Enquanto isso, no Uruguai...

Imagem
Imagem
FIFA intervém a Associação Uruguaia de Futebol

Fonte: https://www.ovaciondigital.com.uy/futbo ... acion.html

No meu país, que tristeza, a corrupção, no futebol. :triste:

Re: Dirigentes, federações e confederações esportivas

22 Ago 2018, 18:44

https://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/noticia/justica-americana-condena-jose-maria-marin-a-mais-quatro-anos-de-prisao.ghtml

Imagem

A juíza Pamela Chen, da Corte Federal do Brooklyn, no Distrito Leste de Nova York, condenou José Maria Marin, de 86 anos, a quatro anos de prisão pelos crimes cometidos na época em que foi presidente da CBF, entre 2012 e 2015.

Além disso, Marin teve US$ 3,35 milhões (R$ 13,6 milhões) imediatamente confiscados e vai ter que pagar multa de US$ 1,2 milhão (R$ 4,9 milhões). No dia 20 de novembro, haverá outra audiência para discutir o valor que ele terá de restituir à Fifa e à Conmebol. A partir desta data, o cartola brasileiro terá duas semanas para recorrer da decisão.

A defesa de José Maria Marin declarou, logo após a sentença, que vai fazer a apelação. Ela acredita ainda que vai reduzir 13 meses da pena pelo tempo em que ele já ficou preso e mais sete meses por bom comportamento. Ou seja, os advogados esperam que o ex-presidente da CBF cumpra mais 28 meses de prisão (dois anos e quatro meses).

- Tendo em vista a redução de bom comportamento que, na prática, significa sete meses e tirando o tempo que ele já cumpriu na Suíça e aqui (nos EUA), ele terá que cumprir teoricamente mais 28 meses - explicou Julio Barbosa, um dos advogados.

A decisão da juíza Pamela Chen contraria o memorando de sentença enviado à Corte pela Procuradoria do Ministério Público dos Estados Unidos, que pedia não menos que 10 anos de prisão.


Só??? <_<

Re: Dirigentes, federações e confederações esportivas

23 Ago 2018, 09:22

Na idade dele é praticamente prisão perpétua.

Re: Dirigentes, federações e confederações esportivas

28 Ago 2018, 21:24

https://www.ovaciondigital.com.uy/futbol/bordaberry-scotti-castaindebagt-integraran-comision-normalizadora.html
Imagem
El senador colorado Pedro Bordaberry, el exfutbolista Andrés Scotti y el diputado nacionalista Armando Castaingdebat aceptaron integrar la Comisión Normalizadora que se encargará de liderar la transformación del fútbol uruguayo tras la determinación de FIFA de intervenir la AUF. También se confirmó que el senador será quien la presida.

Los dos primeros se hicieron presentes Asociación Uruguaya de Fútbol asumir con el comunicado de FIFA y Conmebol, mientras que todavía se espera la llegada del diputado que será otro de los integrantes.

Después de varias reuniones y comunicaciones, prácticamente quedó armado el equipo, aunque falta la definición de un cuarto miembro. Si bien en un principio trascendió que el diputado frenteamplista Carlos Varela Nestier modificaría su postura inicial y podría también integrar dicha comisión, en horas de la tarde se confirmó que esto no ocurriría. Este lugar podría ser ocupado por Miguel Sejas, otro dirigente oficialista.

Conformado este equipo, se iniciará de manera inmediata el traspaso de mando de las actuales autoridades.

Cabe agregar que Ignacio Alonso, Eduardo Ache y Fernando Goldie formarían un organismo consultor, que entre sus funciones estaría la de informar los avances de las gestiones a la Confederación Sudamericana de Fútbol y a la propia FIFA.

Re: Dirigentes, federações e confederações esportivas

11 Set 2018, 22:03

https://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/noticia/uefa-planeja-terceira-competicao-europeia-a-partir-da-temporada-20212022.ghtml

Imagem

A Uefa está pronta para dar início a uma terceira competição europeia a partir da temporada 2021/2022. A decisão foi aprovada pelo comitê de competições da entidade e será levada ao comitê executivo para voto final - o que não passaria de uma formalidade. O número de clubes envolvidos nos torneios da associação passaria dos 80 atuais para 96.

Os moldes para a nova competição não foram confirmados oficialmente, no entanto, o jornal "Bild" afirmou que a Liga Europa será modificada. Atualmente com 48 equipes, o campeonato passaria a ter 32, dividindo os 96 clubes igualmente em três competições com 32 times cada.

Segundo o jornal alemão, o objetivo é aumentar o nível da Liga Europa, além de dar mais espaço e visibilidade a clubes de menor porte.

A Uefa conta com apenas duas competições de clubes desde 2008, quando a Taça Intertoto - competição de início de temporada que dava aos vencedores uma vaga na então Taça Uefa. Anteriormente, a entidade organizava a Recopa, que reunia os campeões das Copas de seus respectivos países - a competição teve seu fim em 1999.

Re: Dirigentes, federações e confederações esportivas

18 Set 2018, 20:46

Imagem
Imagem
. Renato é o novo executivo de futebol do Santos, mas continuará atuando como jogador até o fim do ano.

Re: Dirigentes, federações e confederações esportivas

18 Set 2018, 21:11

Merecidíssimo, espero que dê certo, Renatinho agora vai usar o terno nas reuniões.

Re: Dirigentes, federações e confederações esportivas

24 Nov 2018, 20:49

http://www.palmeiras.com.br/news/2018/11/24/mauricio-galiotte-e-reeleito-presidente-do-palmeiras-para-os-proximos-tres-anos.shtm

Imagem

Em assembleia geral de associados realizada neste sábado (24), no ginásio poliesportivo do Palmeiras, Maurício Precivalle Galiotte foi reeleito presidente da Sociedade Esportiva Palmeiras para o triênio 2019/2020/2021.

Re: Dirigentes, federações e confederações esportivas

01 Dez 2018, 08:02

AUF: Los clubes votaron en Asamblea el nuevo estatuto con un Congreso con 76 votos
Imagem

La jornada tuvo de todo en los corrillos de la Asociación, con negociaciones por doquier y el principal punto de discusión que pasó entre la cantidad de votos para la Organización del Fútbol del Interior y la ex C.

Todo comenzó con un cuarto intermedio previo al inicio de la Asamblea, prevista para las 19 horas que se extendió casi hasta las 22 horas, donde los actores negociaron este punto que no encontraba una salida.

Y en el interín, uno de los dirigentes de la Mutual, Matías Pérez, expresó en twitter: "siguen llegando mensajes para presionar la decisión de los clubes, por esto y muchas cosas más debemos cambiar, porque de esta manera todo el fútbol pierde, es tristísimo".

El acuerdo llegó sobre las 22:15 horas cuando tras arduas negociaciones por la conformación del Congreso, los árbitros decidieron ceder uno de los dos votos que tenían a favor de la C y de esa forma se destrabó todo.

Inmediatamente se procedió a iniciar la Asamblea, donde Pedro Bordaberry, como presidente de la Comisión Normalizadora y los clubes aprobaron el nuevo estatuto, algo que costó una intervención y un arduo camino recorrido.

Cabe destacar que la FIFA había puesto como límite el 2 de diciembre o suspendía la afiliación de la AUF, cosa que en definitiva no va a suceder.

CONGRESO: 76 VOTOS
Clubes de Primera División: 32 votos
Segunda División Profesional : 14 votos
Divisional C: 6 votos
OFI: 9 votos
Jugadores: 11 voto
Arbitros: 1 voto
Entrenadores: 1 voto
Fútbol Sala: 1 voto
Fútbol Femenino: 1 voto

FútbolUy

Até que enfim aprovaram esse maldito estatuto. :ufa:

Re: Dirigentes, federações e confederações esportivas

05 Dez 2018, 11:05

https://extra.globo.com/esporte/vasco/oposicao-acusa-campello-de-usar-dinheiro-do-vasco-para-comprar-ingresso-da-copa-para-filho-dirigente-se-defende-23281145.html

A oposição do Vasco fez nova denúncia contra o presidente Alexandre Campello.

Documentos a que a reportagem do Jogo Extra teve acesso mostram que o clube efetuou a compra de ingressos para jogos da Copa do Mundo da Rússia para seu filho, Eduardo Campello.

As entradas, mais taxas, custaram ao clube R$ 2.918,58, valor transferido da conta do Vasco para o Banco Paulista, responsável pela compra dos ingressos junto à Fifa.

Foram compradas quatro entradas, duas para a partida entre Brasil e México, pelas oitavas de final, e duas para o jogo contra a Bélgica, nas quartas.

Re: Dirigentes, federações e confederações esportivas

08 Dez 2018, 20:00

Imagem
Imagem
. Marcelo Medeiros é reeleito presidente do Internacional para os próximos dois anos.
Responder
AnteriorPróximo