Momentos politicamente incorretos em CH

Discuta aqui tudo relacionado aos trabalhos de Chespirito, como Chaves, Chapolin, Chaves em Desenho e Programa Chespirito. Discuta aqui também o trabalho de outros atores, como as séries do Kiko.
Avatar do usuário
Ramyen Matusquela
Membro
Membro
Mensagens: 7362
Registrado em: 27 Jul 2013, 13:45
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Santos
Localização: Ribeirão Preto-SP
Curtiu: 720 vezes
Curtiram: 1161 vezes

Re: Momentos politicamente incorretos em CH

Mensagem por Ramyen Matusquela » 25 Jul 2019, 22:48

Sim, até porque é super normal para uma criança imaginar que seu futuro pai / professor está namorando com um velho bigodudo.
--------------------------

Avatar do usuário
Mr. Zero
Membro
Membro
Mensagens: 1245
Registrado em: 08 Out 2009, 02:47
Programa CH: Chapolin
Curtiu: 321 vezes
Curtiram: 356 vezes

Re: Momentos politicamente incorretos em CH

Mensagem por Mr. Zero » 25 Jul 2019, 22:57

Ramyen Matusquela escreveu:Sim, até porque é super normal para uma criança imaginar que seu futuro pai / professor está namorando com um velho bigodudo.
Depende do meio em que essa criança foi criada. A criança não nasce preconceituosa, mas reproduz os preconceitos que ensinam a ela.

Chamar homossexualidade, por si só, de "anormal" é uma das forma de perpetuar essa intolerância na cabeça das crianças.

Exemplo de crianças de 8 anos que não acham nada disso anormal:
Imagem

Muito prudente, nesse caso, o vídeo do Dráuzio Varella:
Esses usuários curtiram o post de Mr. Zero (total: 1):
diegolcl
Imagem

...
Membro
Membro
Mensagens: 8036
Registrado em: 30 Jul 2014, 22:54
Programa CH: Chapolin
Curtiu: 0
Curtiram: 625 vezes

Re: Momentos politicamente incorretos em CH

Mensagem por ... » 25 Jul 2019, 23:34

Analisando a elaboração de A Guerra da Secessão, em que o branco vive um personagem que por necessidade do roteiro se passa por negro, o blackface não é amenizado de alguma forma?
Claro, desconsiderando a caricatura feita.

Avatar do usuário
Ramyen Matusquela
Membro
Membro
Mensagens: 7362
Registrado em: 27 Jul 2013, 13:45
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Santos
Localização: Ribeirão Preto-SP
Curtiu: 720 vezes
Curtiram: 1161 vezes

Re: Momentos politicamente incorretos em CH

Mensagem por Ramyen Matusquela » 26 Jul 2019, 07:39

Mr. Zero escreveu:
Ramyen Matusquela escreveu:Sim, até porque é super normal para uma criança imaginar que seu futuro pai / professor está namorando com um velho bigodudo.
Depende do meio em que essa criança foi criada. A criança não nasce preconceituosa, mas reproduz os preconceitos que ensinam a ela.

Chamar homossexualidade, por si só, de "anormal" é uma das forma de perpetuar essa intolerância na cabeça das crianças.

Exemplo de crianças de 8 anos que não acham nada disso anormal:
Imagem

Muito prudente, nesse caso, o vídeo do Dráuzio Varella:
Errado. A criança nasce sim com o conceito correto de relacionamento entre homem / mulher. Quico, por exemplo sempre viu no Professor Girafales o pai que ele havia perdido. Foi sim uma grande decepção imaginar que ele preferia o Sr. Madruga. Já a reação do Chaves foi super natural. Ele não quis compactuar do dinheiro que veio de uma traição (no caso ele sabia que o Prof. namorava a Florinda). E se limpou pois achou que isso era transmissível pois ficou com medo que passasse a gostar de homem. E você está querendo forçar que as crianças devam entender isso. Crianças rapaz. A criança nasce pura e os pais mesmo que forem gays devem respeitar as crianças de acharem o homossexualismo algo bem estranho.
--------------------------

Avatar do usuário
Barbano
Administrador
Administrador
Mensagens: 41893
Registrado em: 28 Jan 2009, 13:29
Time de Futebol: São Paulo
Localização: São Carlos (SP)
Curtiu: 1912 vezes
Curtiram: 3854 vezes

Re: Momentos politicamente incorretos em CH

Mensagem por Barbano » 26 Jul 2019, 09:38

Mr. Zero escreveu:Embora não possamos ser anacrônicos, já que se trata de um seriado dos anos 70, os mais pesados, para os padrões atuais, são:

1) blackface em Guerra de Secessão
Isso é 100% bobagem problematizar, mesmo nos dias atuais, pois não se trata de um ator interpretando um personagem negro, e sim de um ator interpretando um personagem branco que se fantasia de negro para enganar o seu superior.

...
Membro
Membro
Mensagens: 8036
Registrado em: 30 Jul 2014, 22:54
Programa CH: Chapolin
Curtiu: 0
Curtiram: 625 vezes

Re: Momentos politicamente incorretos em CH

Mensagem por ... » 26 Jul 2019, 12:26

Gostaria de deixar aqui um pedido público para não seguirem a discussão promovida pelo Ramyen e assim mancharem mais um tópico. Já foram tantos.
Antecipadamente agradeço a atenção e colaboração.
Esses usuários curtiram o post de ... (total: 3):
IgorBorgesCHMr. ZeroMozer da Silva Reis

Avatar do usuário
Mr. Zero
Membro
Membro
Mensagens: 1245
Registrado em: 08 Out 2009, 02:47
Programa CH: Chapolin
Curtiu: 321 vezes
Curtiram: 356 vezes

Re: Momentos politicamente incorretos em CH

Mensagem por Mr. Zero » 26 Jul 2019, 14:30

Churrumín Moscattelo escreveu:Gostaria de deixar aqui um pedido público para não seguirem a discussão promovida pelo Ramyen e assim mancharem mais um tópico. Já foram tantos.
Antecipadamente agradeço a atenção e colaboração.
Pois é, desisto. Quando a pessoa fala em "homossexualismo", "anormalidade" e outros discursos abjetos e intolerantes, o melhor remédio é o silêncio.
É um ódio que só contamina o ambiente.
Esses usuários curtiram o post de Mr. Zero (total: 2):
diegolclMozer da Silva Reis
Imagem

Diego@Marinho
Membro
Membro
Mensagens: 909
Registrado em: 19 Mar 2010, 19:42
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Flamengo
Curtiu: 76 vezes
Curtiram: 54 vezes

Re: Momentos politicamente incorretos em CH

Mensagem por Diego@Marinho » 26 Jul 2019, 15:52

Ramyen já é uma piada, todo esse preconceito vindo nele não me surpreende.
Esses usuários curtiram o post de Diego@Marinho (total: 1):
Mr. Zero
Imagem

Lyubov Sokolova

Avatar do usuário
Jimmytwain91
Membro
Membro
Mensagens: 760
Registrado em: 15 Jul 2015, 23:02
Programa CH: Chapolin
Curtiu: 32 vezes
Curtiram: 33 vezes

Re: Momentos politicamente incorretos em CH

Mensagem por Jimmytwain91 » 26 Jul 2019, 16:18

Ainda bem que as séries CH foram feitas na época certa, hoje junto com Friends não daria certo....

...
Membro
Membro
Mensagens: 8036
Registrado em: 30 Jul 2014, 22:54
Programa CH: Chapolin
Curtiu: 0
Curtiram: 625 vezes

Re: Momentos politicamente incorretos em CH

Mensagem por ... » 26 Jul 2019, 20:37

E no caso da esquete do Salomão? Por ventura, todo o grupo de atores é branco e, por estilo, não admite mudanças. A atriz sub-principal teve de fazer a Rainha de Sabá, que é negra. O blackface não é amenizado nesse caso (descontando, lógico, os trejeitos de Maria Antonieta)?

Avatar do usuário
Andre Cabral
Membro
Membro
Mensagens: 1985
Registrado em: 04 Mai 2017, 23:34
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro
Curtiu: 250 vezes
Curtiram: 224 vezes

Re: Momentos politicamente incorretos em CH

Mensagem por Andre Cabral » 26 Jul 2019, 22:41

É, pois não existiam tantos negros assim no México, ainda mais atrizes pra contratar e fazer meia-dúzia de falas.
ImagemSalve et vale

Avatar do usuário
Mr. Zero
Membro
Membro
Mensagens: 1245
Registrado em: 08 Out 2009, 02:47
Programa CH: Chapolin
Curtiu: 321 vezes
Curtiram: 356 vezes

Re: Momentos politicamente incorretos em CH

Mensagem por Mr. Zero » 26 Jul 2019, 23:55

Andre Cabral escreveu:É, pois não existiam tantos negros assim no México, ainda mais atrizes pra contratar e fazer meia-dúzia de falas.
De fato, cerca de 1% da população mexicana é negra. Contudo, isso não é pretexto para praticar blackface hoje em dia. A população asiática é mais ou menos semelhante no Brasil e o Yellowface na novela Sol Nascente pegou muito mal:
Globo causa polêmica com ‘yellow face’ na nova novela das seis
A manutenção de certos preconceitos e algumas desigualdades pode se dar em toda parte, até mesmo na escalação de um elenco para uma novela. “Yellow Face” é como é conhecida a prática de se escalar atores ocidentais (normalmente caracterizados de maneira estereotipada e rasteira) para interpretarem personagens orientais. E para a novela “Sol Nascente”, a Rede Globo escalou como protagonistas do núcleo “oriental” o ator Luís Melo e a atriz Giovanna Antonelli.

O ator Luís Melo saiu em defesa da Globo, minimizando o problema e deslocando-o para os olhos de quem o vê. “Se você percebe o que é arte, você vai entender, não precisa discutir, ter esse tipo de policiamento. Então quer dizer que o ator de Recife não pode fazer um personagem mineiro? Não é um problema que está na coisa, está nas próprias pessoas. Eles não estão querendo questionar absolutamente nada. Porque na verdade, se eles realmente são artistas, eles sabem o que é uma ficção”, afirmou. Ele próprio, porém, admitiu que lhe causou estranheza ser chamado para o papel.

Já o ator Carlos Takeshi, descendente de japoneses, pensa diferente. “Adoro Luis Melo. Adoro Giovana Antonelli. Odeio discriminação. Odeio preconceito. Por que trocaram Ken Kaneko? Oriental não pode ser protagonista? Vivem me pedindo para forçar sotaque e quando o ator tem sotaque naturalmente é descartado para um papel de destaque? Vão ter que explicar muito bem. Eu não engulo a mestiçagem que criaram para o personagem”, ele postou. Ken Kaneko é o ator que originalmente viveria o personagem que acabou oferecido a Luís Melo, segundo Kaneko, sem maiores explicações.

Para além de qualquer intenção, assim como o “black face”, que costumava pintar o rosto de atores brancos para viverem personagens negros nos primórdios do cinema e nos antigos espetáculos de teatro, o “Yellow face” tende a reafirmaa estereótipos como na prática sublinha a desigualdade de oportunidades que é causa e efeito desse jogo excludente.

A polêmica é compreensível, afinal, além de raramente bons personagens serem criados para atores fora dos padrões determinados pela emissora (normalmente restritas à papeis pequenos e, no caso dos orientais, sublinhando certas caricaturas, como personagens que falam português errado), quando eventualmente os papeis são perfeitamente adequados para tal mudança, eles são oferecidos para os mesmos artistas de sempre – devidamente dentro dos padrões. A novela “Sol Nascente” estreia no dia 29.

Fonte: https://www.hypeness.com.br/2016/08/glo ... -das-seis/
Imagem

Avatar do usuário
Diacho Molhado
Membro
Membro
Mensagens: 121
Registrado em: 26 Mar 2018, 21:07
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Internacional
Curtiu: 45 vezes
Curtiram: 18 vezes

Re: Momentos politicamente incorretos em CH

Mensagem por Diacho Molhado » 27 Jul 2019, 14:29

Politicamente incorreto é uma encheção de saco criada por políticos incorretos.
Tomei, é? Ah, ela tá falando sério... Humhumhum...

Avatar do usuário
Ramyen Matusquela
Membro
Membro
Mensagens: 7362
Registrado em: 27 Jul 2013, 13:45
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Santos
Localização: Ribeirão Preto-SP
Curtiu: 720 vezes
Curtiram: 1161 vezes

Re: Momentos politicamente incorretos em CH

Mensagem por Ramyen Matusquela » 27 Jul 2019, 14:43

Sério mesmo que estão implicando com o fato de pessoas brancas interpretarem pessoas negras? Isso aí é a maior bobagem do mundo. Eu não ficaria nem um pouco incomodado de ver um negro com a cara pintada de branco, ou que em um seriado de TV só tivessem negros.
--------------------------

Avatar do usuário
Barbano
Administrador
Administrador
Mensagens: 41893
Registrado em: 28 Jan 2009, 13:29
Time de Futebol: São Paulo
Localização: São Carlos (SP)
Curtiu: 1912 vezes
Curtiram: 3854 vezes

Re: Momentos politicamente incorretos em CH

Mensagem por Barbano » 29 Jul 2019, 10:40

Churrumín Moscattelo escreveu:E no caso da esquete do Salomão? Por ventura, todo o grupo de atores é branco e, por estilo, não admite mudanças. A atriz sub-principal teve de fazer a Rainha de Sabá, que é negra. O blackface não é amenizado nesse caso (descontando, lógico, os trejeitos de Maria Antonieta)?
Então, não entendo porque tanto alarde no esquete da Guerra de Secessão, sendo que esse da Rainha de Sabá é mais conhecido e bem mais caracterizável como black face.

Ainda assim, é um trabalho de humor, com elenco mais ou menos fixo. A Maria interpretou criança, menino, idosa, negra... Mas é tudo papel para levar mais na zoeira mesmo. São papéis que, em uma pegada mais séria, certamente seriam interpretados por meninos, meninas, negros e idosos de verdade.
Esses usuários curtiram o post de Barbano (total: 3):
gusta dos biscoitosMr. ZeroJacinto

Responder