Se você fosse presidente, quais seriam suas medidas?

Tópicos fechados criados originalmente no Bar do Chespirito.
Avatar do usuário
Scopel
Membro
Membro
Mensagens: 6706
Registrado em: 05 Fev 2009, 16:10
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Nordeste mineiro
Curtiu: 4 vezes
Curtiram: 56 vezes

Re: Se você fosse presidente, quais seriam suas medidas?

Mensagem por Scopel » 21 Out 2012, 16:23

A palmatória era só o símbolo de uma outra configuração, digamos, da sociedade civil. Se quer que aqueles tempos voltem, as mudanças devem ser muito mais profundas e complexas. Sinceramente, acho que é um tempo que não volta mais.
"Entender o Brasil não é para amadores"

X

Avatar do usuário
Guilherme CH
Membro
Membro
Mensagens: 6725
Registrado em: 01 Mai 2011, 16:08
Programa CH: Chapolin
Localização: Cruzeiro-SP
Curtiu: 48 vezes
Curtiram: 198 vezes

Re: Se você fosse presidente, quais seriam suas medidas?

Mensagem por Guilherme CH » 21 Out 2012, 16:39

Jonas Pereira escreveu:Urgente! Tô cansado de ver moleque fazer professor de bobo... :sim:
Um dos pontos negativos do ECA...

Avatar do usuário
E.R
Membro
Membro
Mensagens: 87524
Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5401 vezes
Curtiram: 1903 vezes

Re: Se você fosse presidente, quais seriam suas medidas?

Mensagem por E.R » 22 Out 2012, 01:17

Scopel escreveu:Para investir mais, precisamos cortar mais. De onde, dos 45% do PIB gastos com a dívida pública? Adianta privatizar, enxugar a "máquina" e caralho a quatro se não damos um jeito nesta sangria da dívida, adianta se o governo continua apostando em financiamento via tributação dos mais pobres e lançamentos de títulos públicos? Tributar demais o pobre [e aqui se inclui o trabalhador em geral, o não capitalista] afeta o consumo, que posteriormente vai exigir uma enxurrada de crédito para financiar os níveis adequados.
De que forma a sociedade pode reagir a isso ?
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem

Avatar do usuário
Scopel
Membro
Membro
Mensagens: 6706
Registrado em: 05 Fev 2009, 16:10
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Nordeste mineiro
Curtiu: 4 vezes
Curtiram: 56 vezes

Re: Se você fosse presidente, quais seriam suas medidas?

Mensagem por Scopel » 22 Out 2012, 09:46

E.R escreveu:
Scopel escreveu:Para investir mais, precisamos cortar mais. De onde, dos 45% do PIB gastos com a dívida pública? Adianta privatizar, enxugar a "máquina" e caralho a quatro se não damos um jeito nesta sangria da dívida, adianta se o governo continua apostando em financiamento via tributação dos mais pobres e lançamentos de títulos públicos? Tributar demais o pobre [e aqui se inclui o trabalhador em geral, o não capitalista] afeta o consumo, que posteriormente vai exigir uma enxurrada de crédito para financiar os níveis adequados.
De que forma a sociedade pode reagir a isso ?
A única resposta é: se organizando. Os diversos movimentos sociais deveriam se unir em prol de causas comuns, esta por exemplo. Aí está muito da raiz da falta de investimentos em muitos setores da sociedade. Na Europa e Estados Unidos as pessoas foram às ruas, mas apenas num período de crise onde as leis de austeridade são impostas de cima com toda a violência e força necessárias. O ideal seria que a organização dos movimentos se desse antes, porque no olho da crise fica mesmo difícil. Como se organizar? É isso que a esquerda vem debatendo desde sempre. [*a esquerda verdadeira é aquela que questiona a relação hierárquica entre trabalho e capital (essência do capitalismo que nem mesmo a URSS logrou sucesso em superar), não a que reivindica apenas salários e empregos].

Falta-nos, entretanto, esta consciência por todos os motivos conhecidos, sendo os principais a educação, a cultura, desinformação e a contra-informação. As posições ideológicas dominantes são quase intransponíveis, como pode ser visto aqui mesmo neste fórum. A questão da dívida pública foi levantada pelo Plínio em 2010 [sua proposta era uma auditoria da dívida pública. Segundo ele, países da América do Sul que assim fizeram reduziram em até 40% seus gastos com juros. Para nós isso daria talvez mais de 500 bilhões]. Os outros candidatos obviamente fugiram do tema. As pessoas riram dele e fizeram piada e ele recebeu menos votos que o Tiririca. Dá vontade de chorar. Num presságio, e eu jamais esquecerem, ele disse: "quando as coisas apertarem e mexerem nas leis trabalhistas, quando a austeridade chegar, vocês vão lembrar daquele velhinho engraçado e dizer "olha!"" Parece que é exatamente o que ocorre na Europa neste momento. Será que o Brasil pode suportar?
"Entender o Brasil não é para amadores"

X

Avatar do usuário
Antonio Felipe
Administrador
Administrador
Mensagens: 43226
Registrado em: 29 Jan 2009, 13:37
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Grêmio
Localização: Porto Alegre - RS
Curtiu: 471 vezes
Curtiram: 2338 vezes

Re: Se você fosse presidente, quais seriam suas medidas?

Mensagem por Antonio Felipe » 22 Out 2012, 09:54

O problema é que a população só vai se organizar mesmo quando a crise for generalizada, for sentida de maneira mais ampla pelas camadas sociais da base da pirâmide - como ocorre na Espanha, por exemplo. Por enquanto, a população não sente essas coisas. Sabe que os juros do crédito são elevados, mas também tem uma quantidade enorme de crédito para utilizar. Sabe que os impostos causam significativo aumento dos preços dos produtos, mas há um poder de compra que permite acesso a tais produtos mesmo com tais impostos. O brasileiro da classe média paga muitos impostos, não vê muito benefício de parte do governo na prestação de serviços básicos (saúde, educação, etc), mas hoje em dia tem acesso facilitado à aquisição da casa própria, automóvel, eletrodomésticos, financiamento, crédito, viagens... Então, vai reclamar do quê? Isso tudo serve como um bom anestésico. Mas um dia essa bolha acaba estourando.
• Jornalista
• No meio CH desde 2003
• Um dos fundadores do Fórum Chaves. Administrador desde 2010
• Autor do livro "O Diário do Seu Madruga"
• Membro do Fã-Clube Chespirito Brasil
• Eleito pelos usuários como o melhor moderador em 2011, 2012, 2013 e 2014


Realizações no meio CH:
• Apoio na realização da etapa brasileira de América Celebra a Chespirito, em 2012
• Produção de entrevistas com Roberto Gómez Fernández, Ana de la Macorra e Ricardo de Pascual
• Entrevistei Rubén Aguirre, Edgar Vivar, Maria Antonieta de las Nieves e Carlos Villagrán
• Viabilizei a entrega da camiseta do Fórum Chaves para Chespirito
• Cobertura jornalística e de redes sociais de praticamente todos os grandes eventos e notícias CH desde 2010
• Um dos idealizadores do "Sigam-me os Bons", campanha social do Fórum e Fã-Clube
• Um dos idealizadores do Bloco Sigam-me os Bons, primeiro bloco temático CH de carnaval em São Paulo
• Apoio e participação nas turnês do Senhor Barriga, Kiko e Paty no Brasil
• Desmentido de todos os boatos envolvendo CH nos últimos anos
• Autor do furo sobre o Chaves no Multishow
• Coordenei o Projeto CH Legendado, que tornou acessível em português os inéditos de Chaves e Chapolin

Avatar do usuário
Scopel
Membro
Membro
Mensagens: 6706
Registrado em: 05 Fev 2009, 16:10
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
Localização: Nordeste mineiro
Curtiu: 4 vezes
Curtiram: 56 vezes

Re: Se você fosse presidente, quais seriam suas medidas?

Mensagem por Scopel » 22 Out 2012, 10:02

Enfim concordamos.

Entretanto, ainda não vimos como o Brasil se comporta numa grande crise generalizada. Sabemos da força do poder paralelo, do tráfico e das milícias. Sabemos que austeridade levará a metade do Brasil sem assistência [mais ainda que já está]. Aí vai ser a terra onde o menino chora e a mãe não vê.

Na Europa há muita gordurinha social para queimar. No Brasil, nem tanto. Vamos ver onde mais austeridade vai nos levar. As reformas da Previdência e Trabalhista estão na agenda. O que acham que é tudo isso? É corte de gasto, é arrumação da casa. Mas resolve o problema? Não, porque cortam onde é essencial, ou seja, na saúde, educação, segurança, previdência, leis trabalhistas, que são gastos inalienáveis previstos e protegidos pela Constituição. Eles não cortam onde deveriam, porque o problema é o que eles querem proteger. Economias de mercado não podem funcionar sem altos níveis de dívida pública por uma série de razões.
Por que a Europa do euro afunda na crise que ela própria alimenta


A Europa do euro, pela ideologia de seus dirigentes e por sua institucionalidade, mergulhou nas tramas de um oximoro: com a decisão do BCE, ela pode ter uma maior capacidade de gasto público, sim, mas desde que não use essa capacidade do lado fiscal, já que tem que reduzir o déficit e a dívida pública. Enquanto isso, a demanda continua estagnada, o desemprego se eleva às nuvens – 13% em média, 25% na Espanha e na Grécia, 50% entre jovens, contração na maioria dos países e queda da taxa de crescimento até na Alemanha.
Qualquer pessoa com nível razoável de reflexão é capaz de entender a essência da crise financeira mundial que se concentra, sobretudo, nos países mais ricos do mundo, e principalmente na área do euro. Entretanto, essa percepção fica comprometida por um bombardeio ideológico de mídia que se manifesta ora pela distorção dos fatos ora pela manipulação de conceitos econômicos tendo em vista a defesa de interesses específicos de grupos. Vejamos como isso tem funcionado.

A crise originou-se de uma bacanal especulativa nos Estados Unidos e na Europa pela qual trilhões de dólares emprestados e rolados no mercado virtual de tomadores essencialmente insolventes revelaram-se impagáveis. Diante da quebra iminente, o Governo norte-americano, isto é, o Tesouro e o Fed intervieram no mercado para salvar os bancos ilíquidos. A crise financeira privada migrou para a Europa, forçando os governos locais a também intervirem para salvar os bancos.

A contrapartida do socorro aos bancos foi a absorção das suas dívidas pelos governos. No caso norte-americano, o Fed e o Tesouro atuaram conjuntamente, no primeiro caso através de trilhões de dólares de empréstimos de liquidez, e no segundo através de um programa especial (TARF) adotado ainda no Governo Bush, da ordem de 700 bilhões. Além disso, no caso americano, já no Governo Obama aprovou-se um programa adicional de 767 bilhões de dólares de estímulos fiscais, que em parte funcionou.

Disso tudo resultou um aumento vertiginoso do déficit e da dívida pública norte-americana, esta alcançando cerca de 90% do PIB. Não é uma dívida nada extraordinária, considerando-se o tamanho da recessão e do desemprego. Contudo, é uma dívida muito grande para o Partido Republicano. Tendo este último ganhado as eleições para a Câmara em 2009, tratou imediatamente de bloquear no Congresso um novo programa de estímulo proposto por Obama em 2010 de 400 bilhões de dólares.

Portanto, os Estados Unidos poderiam ter perfeitamente insistido no programa de recuperação não fosse a postura fundamentalmente ideológica republicana. Isso teria custado alguns pontos percentuais adicionais da dívida pública, os quais seriam provavelmente recuperados com uma aceleração do crescimento e da receita pública, como acontece em todos os ciclos de crises. Afinal, a despeito do valor absoluto da dívida, o país continua financiando-a a taxas extremamente baixas (3,5%). De qualquer modo, é preciso esperar o resultado das eleições para especular sobre qual destino os Estados Unidos escolherão levando boa parte do mundo consigo.

Na área do euro a situação tornou-se bem mais complexa. Os governos, para salvar os bancos, tiveram de levar a níveis recordes o déficit e a dívida pública. O que surgiu como crise financeira devida à pornográfica especulação foi transformada em crise fiscal pelos governos neoliberais. Assim mesmo, teria sido possível enfrentar a crise mediante um programa de estímulo fiscal caso esses governos, justamente por serem neoliberais, não estivessem obcecados pela idéia de cortar o déficit e a dívida.

E aqui não se trata apenas de ideologia, mas da institucionalidade européia estabelecida a partir da ideologia neoliberal. A Europa do euro criou um Banco Central independente (BCE) que se subordina aos mercados privados, não aos governos. Quando um governo, digamos, a Espanha, decide captar empréstimos, aumentando a dívida pública, fica exclusivamente em mãos do mercado financeiro, que exige a taxa de juros que quiser. Diferentemente do Fed americano, que irriga o mercado de moeda para facilitar a colocação desses títulos a taxas mais baixas, o BCE mantém rígida a oferta monetária, não prestando qualquer ajuda aos governos.

Mais recentemente, Mario Draghi, o presidente do BCE, anunciou a disposição do banco de adquirir títulos dos governos em dificuldade de forma ilimitada desde que subordinem sua política fiscal a programas de austeridade. Isso ajuda muito pouco. É que a compra será no mercado secundário, criando grande conforto para os investidores, mas não liberando dinheiro diretamente para os governos A hipótese é que os donos privados dos títulos no mercado secundário vendam esses títulos ao BCE criando espaço para a compra de títulos novos emitidos pelos governos. Contudo, atenção: os governos não poderão fazer gastos novos financiados por esses títulos porque estarão limitados pelo programa de austeridade.

Assim, a Europa do euro, pela ideologia de seus dirigentes e por sua institucionalidade, mergulhou nas tramas de um oximoro: com a decisão do BCE, ela pode ter uma maior capacidade de gasto público, sim, mas desde que não use essa capacidade do lado fiscal, já que tem que reduzir o déficit e a dívida pública. Enquanto isso, a demanda continua estagnada, o desemprego se eleva às nuvens – 13% em média, 25% na Espanha e na Grécia, 50% entre jovens, contração na maioria dos paises e queda da taxa de crescimento até na orgulhosa Alemanha, que tem feito tudo para matar o seu mercado impondo-lhe políticas restritivas do gasto público!
http://www.cartamaior.com.br/templates/ ... a_id=21114[/spoiler][/news2]
"Entender o Brasil não é para amadores"

X

Avatar do usuário
Buthel
Membro
Membro
Mensagens: 2950
Registrado em: 17 Jul 2011, 16:54
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Palmeiras
Localização: São Paulo
Curtiu: 28 vezes
Curtiram: 16 vezes

Re: Se você fosse presidente, quais seriam suas medidas?

Mensagem por Buthel » 22 Out 2012, 14:17

Acabaria com o horário de verão... :vamp:

Tentaria mudar a lei para que esses "di menor" tenham uma pena pesada pelos crimes que fazem.
Jonas Pereira escreveu:Urgente! Tô cansado de ver moleque fazer professor de bobo... :sim:
Isso é coisa de pai e mãe que não sabe dar educação aos seus filhos.
Imagem

On sight, on sight

Avatar do usuário
Ramoncito
Membro
Membro
Mensagens: 1423
Registrado em: 25 Jan 2012, 20:43
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: São Paulo Futebol Clube
Localização: São Bernardo do Campo - SP
Curtiu: 1 vez
Curtiram: 1 vez

Re: Se você fosse presidente, quais seriam suas medidas?

Mensagem por Ramoncito » 22 Out 2012, 15:29

As 5 Principais:

1) Menos Aulas.
2) Mais Ônibus.
3) Mais Cultura para a Sociedade.
4) Redução Poluível.
5) Melhorias Econômicas.

Avatar do usuário
Furtado
Membro
Membro
Mensagens: 6238
Registrado em: 13 Dez 2011, 21:12
Programa CH: Chaves
Curtiu: 235 vezes
Curtiram: 217 vezes

Re: Se você fosse presidente, quais seriam suas medidas?

Mensagem por Furtado » 22 Out 2012, 15:33

Igor Zaia Dalécio escreveu:As 5 Principais:

1) Menos Aulas.
2) Mais Ônibus.
3) Mais Cultura para a Sociedade.
4) Redução Poluível.
5) Melhorias Econômicas.
Há algum presidente que não defenda isso? :heim:
Ex-moderador do Bar do Chespirito

Avatar do usuário
Daniel Brito
Membro
Membro
Mensagens: 9210
Registrado em: 05 Fev 2012, 12:39
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Vitória
Localização: Salvador - BA
Curtiu: 66 vezes
Curtiram: 147 vezes

Re: Se você fosse presidente, quais seriam suas medidas?

Mensagem por Daniel Brito » 22 Out 2012, 15:34

Menos aulas? E depois reclamam do défcit educacional...
Imagem
Vencedor do Usuário do Mês (maio, junho e outubro de 2012)
Usuário do Ano de 2012
Moderador do subs Da Discussão Nasce a Luz e CH no Exterior (novembro de 2012 - novembro de 2013 / novembro de 2015 - novembro de 2016)
Moderador do TV de Segunda Mão (novembro de 2013 - novembro de 2014)
Moderador Global (novembro de 2014 - novembro de 2015)
Imagem
Imagem

Avatar do usuário
Rafinha
Membro
Membro
Mensagens: 11730
Registrado em: 10 Fev 2009, 18:04
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Botafogo
Localização: Niterói, Rio de Janeiro
Curtiu: 98 vezes
Curtiram: 203 vezes

Re: Se você fosse presidente, quais seriam suas medidas?

Mensagem por Rafinha » 22 Out 2012, 15:34

Igor Zaia Dalécio escreveu:2) Mais Ônibus.
4) Redução Poluível.
Igor Zaia Dalécio escreveu: 1) Menos Aulas.
:risos:
- Administrador do Fórum Chaves (de maio a novembro de 2013)
- Moderador global (de maio de 2012 a maio de 2013)
- Moderador do Bar do Chespirito (de maio de 2011 a maio de 2012; de maio a novembro de 2014)
- Usuário do mês de abril de 2011
- Campeão de algumas competições no FCH, tais como GUF Séries A e B e Bolão do Brasileirão 2013

- Botafoguense sofredor
- Eleito o usuário mais sexy do Fórum Chaves

Avatar do usuário
Don CHelipe
Membro
Membro
Mensagens: 2846
Registrado em: 07 Out 2010, 21:59
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Corinthians
Localização: Guarulhos - SP
Curtiu: 30 vezes
Curtiram: 98 vezes

Re: Se você fosse presidente, quais seriam suas medidas?

Mensagem por Don CHelipe » 22 Out 2012, 15:42

Menos Aulas é ótimo!!! mais só na escola, na Facu ta beleza, pq é um curso que creio eu, as pessoas fazem por gosto...
Desde 2006 no meio CH
Imagem

Avatar do usuário
Rafinha
Membro
Membro
Mensagens: 11730
Registrado em: 10 Fev 2009, 18:04
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Botafogo
Localização: Niterói, Rio de Janeiro
Curtiu: 98 vezes
Curtiram: 203 vezes

Re: Se você fosse presidente, quais seriam suas medidas?

Mensagem por Rafinha » 22 Out 2012, 15:48

Mas com redução de aulas nas escolas, como vamos ter base para passar para uma universidade, ainda mais nosso sistema de educação pública sendo uma bosta?
- Administrador do Fórum Chaves (de maio a novembro de 2013)
- Moderador global (de maio de 2012 a maio de 2013)
- Moderador do Bar do Chespirito (de maio de 2011 a maio de 2012; de maio a novembro de 2014)
- Usuário do mês de abril de 2011
- Campeão de algumas competições no FCH, tais como GUF Séries A e B e Bolão do Brasileirão 2013

- Botafoguense sofredor
- Eleito o usuário mais sexy do Fórum Chaves

Avatar do usuário
Antonio Felipe
Administrador
Administrador
Mensagens: 43226
Registrado em: 29 Jan 2009, 13:37
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: Grêmio
Localização: Porto Alegre - RS
Curtiu: 471 vezes
Curtiram: 2338 vezes

Re: Se você fosse presidente, quais seriam suas medidas?

Mensagem por Antonio Felipe » 22 Out 2012, 15:56

Tem que ter mais aulas. Reduzir o período letivo é prejudicial à educação.
• Jornalista
• No meio CH desde 2003
• Um dos fundadores do Fórum Chaves. Administrador desde 2010
• Autor do livro "O Diário do Seu Madruga"
• Membro do Fã-Clube Chespirito Brasil
• Eleito pelos usuários como o melhor moderador em 2011, 2012, 2013 e 2014


Realizações no meio CH:
• Apoio na realização da etapa brasileira de América Celebra a Chespirito, em 2012
• Produção de entrevistas com Roberto Gómez Fernández, Ana de la Macorra e Ricardo de Pascual
• Entrevistei Rubén Aguirre, Edgar Vivar, Maria Antonieta de las Nieves e Carlos Villagrán
• Viabilizei a entrega da camiseta do Fórum Chaves para Chespirito
• Cobertura jornalística e de redes sociais de praticamente todos os grandes eventos e notícias CH desde 2010
• Um dos idealizadores do "Sigam-me os Bons", campanha social do Fórum e Fã-Clube
• Um dos idealizadores do Bloco Sigam-me os Bons, primeiro bloco temático CH de carnaval em São Paulo
• Apoio e participação nas turnês do Senhor Barriga, Kiko e Paty no Brasil
• Desmentido de todos os boatos envolvendo CH nos últimos anos
• Autor do furo sobre o Chaves no Multishow
• Coordenei o Projeto CH Legendado, que tornou acessível em português os inéditos de Chaves e Chapolin

Avatar do usuário
Ramoncito
Membro
Membro
Mensagens: 1423
Registrado em: 25 Jan 2012, 20:43
Programa CH: Chapolin
Time de Futebol: São Paulo Futebol Clube
Localização: São Bernardo do Campo - SP
Curtiu: 1 vez
Curtiram: 1 vez

Re: Se você fosse presidente, quais seriam suas medidas?

Mensagem por Ramoncito » 22 Out 2012, 16:00

Com menos aulas as crianças (Adultos de amanhã) terão um tempo livre maior para que eles passem o tempo com pessoas que gostam que é muito bom para eles. :sim:

Trancado