Fórum Portal Vídeos Guia de Episódios Sobre



Todos os horários são GMT - 3 horas


Portal Chespirito



Fórum trancado Este tópico está trancado. Você não pode responder ou editar mensagens.  [ 157 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9 ... 11  Próximo
  Exibir página para impressão

Re: Carnaval 2019 • Mancha Verde campeã inédita em São Paulo e Mangueira campeã no Rio de Janeiro
Autor Mensagem
MensagemEnviado: 01 Dez 2018, 09:19 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Mensagens: 80222
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5492 vezes
Foi curtido: 1617 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
EXTRA

O prefeito Marcelo Crivella pegou carona na decisão do Uber de não renovar o patrocínio nos desfiles das escolas de samba para fazer críticas às agremiações.

O aplicativo de transporte anunciou o corte de R$ 500 mil para cada escola do Grupo Especial. O motivo seria a recente prisão de Chiquinho da Mangueira, presidente da Mangueira, por denúncias de corrupção.

Ontem, Marcelo Crivella culpou os dirigentes das escolas pela “falta de transparência” :

— O Uber ajudou no ano passado e quis sair este ano. Eu busquei patrocínio, e as escolas perderam, por razões de gestão, falta de transparência e prisão de seus líderes. Se quisermos fazer parcerias com a iniciativa privada, é importante que o prefeito não cobre pedágio, não exija propina. É preciso ter o princípio que gere uma empresa, um lar, uma casa, que é a honestidade.

O prefeito, no entanto, não informou quando a prefeitura fará o repasse do subsídio anual de R$ 1 milhão para cada escola do Especial. E disse que todos os eventos promovidos pela prefeitura não terão verba do município :

— Não é porque o prefeito é crente, pai de santo ou padre. É que a gente tem que gastar dinheiro com saúde e educação.

A desistência da Uber deixou as escolas com o pires na mão. A Mangueira cancelou quatro ensaios em dezembro. A São Clemente não sabe como vai pagar materiais cuja fatura chegará em janeiro. Em comum, todas terão que readequar orçamentos.

Segundo a Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), por enquanto não há risco de cancelamento dos desfiles da Sapucaí, mas serão mais enxutos. A prefeitura afirmou que busca ‘‘alternativas que permitam chegar a um acordo com a Liesa e as diretorias das escolas”.

_________________
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Carnaval 2019 • Mancha Verde campeã inédita em São Paulo e Mangueira campeã no Rio de Janeiro
MensagemEnviado: 09 Dez 2018, 01:34 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Mensagens: 80222
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5492 vezes
Foi curtido: 1617 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
O GLOBO

A Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) convocou uma reunião de emergência com os presidentes das 14 agremiações do Grupo Especial.

No encontro, será discutida a decisão da prefeitura de reduzir pela metade a subvenção para os desfiles de 2019 — o corte, de R$ 500 mil, foi comunicado na quinta-feira pelo Diário Oficial do município, e pegou muita gente de surpresa a três meses do carnaval.

Segundo o presidente da Liesa, Jorge Castanheira, a prefeitura havia se comprometido a repassar R$ 1 milhão para cada escola, em duas parcelas.

A Riotur, no entanto, alegou, em nota, que houve um mal-entendido : esse valor seria dividido entre o município e o aplicativo de transporte Uber, que acabou desistindo de patrocinar o carnaval da Sapucaí.

A empresa municipal também informou que segue buscando parcerias.
—Tivemos reuniões com o presidente da Riotur, Marcelo Alves, e o secretário da Casa Civil, Paulo Messina, e estava acertado que seria R$ 1 milhão somente da prefeitura — reclamou Jorge Castanheira.

— Vamos conversar com os presidentes das escolas para saber o que fazer. É um momento dramático para as agremiações.

Uma semana atrás, o Uber, que patrocinou o desfiles do Grupo Especial este ano e já havia acertado uma renovação para 2019, comunicou à Riotur a rescisão do acordo. A empresa tomou a decisão por causa da Operação Furna da Onça, que resultou na prisão de sete deputados estaduais, inclusive Chiquinho da Mangueira (PSC), presidente da Mangueira. Investigadores o acusam de realizar desfiles com dinheiro ilícito.

Cada escola do Grupo Especial esperava receber, no total, R$ 1,5 milhão da prefeitura e do Uber. Agora, têm a promessa de um repasse de R$ 214.300 este mês e de um outro no ano que vem, após prestação de contas.
— Custo a acreditar que a prefeitura está fazendo isso. Um estudo da Fundação Getulio Vargas comprova que o carnaval carioca gera muitos recursos. No ano passado, por exemplo, foram cerca de R$ 3 bilhões. Promover os desfiles da Sapucaí é um investimento, traz retorno — disse Jorge Castanheira.

A decisão da prefeitura também preocupa o setor de turismo. O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Estado do Rio de Janeiro (ABIHRJ), Alfredo Lopes, afirmou que teme um esvaziamento da folia carioca.
— Essa situação cria uma insegurança para quem cogita a possibilidade de passar o carnaval no Rio. Outras cidades não têm esses problemas e atraem cada vez mais turistas. Vimos, por exemplo, o crescimento do carnaval de São Paulo — alertou Alfredo Lopes.

Nos barracões das escolas de samba, a preocupação é enorme.

O vice-presidente da Mocidade Independente de Padre Miguel, Rodrigo Pacheco disse que, na reunião de segunda-feira, vai propor uma mudança no regulamento dos desfiles para reduzir o número de componentes e até de carros alegóricos.

Presidente da Unidos da Tijuca, Fernando Horta não concorda com a ideia, mas acha que alguma medida precisa ser tomada :
— Contávamos com o subsídio de R$ 1,5 milhão. A escola está com dificuldades para pagar os cem funcionários do barracão, e ainda não temos o dinheiro para pagar as contas de luz e de água, que chegam a R$ 30 mil mensais. A primeira parcela da verba do município, prevista para o dia 12 do mês passado, ainda não foi paga.

Luiz Carlos Magalhães, presidente da Portela, afirmou que a notícia da redução da subvenção foi recebida com perplexidade :
— Como gestor, preciso saber o quanto antes, quanto e quando vou receber. O que está acontecendo é ruim para o carnaval do Rio.


O dirigente da Mocidade está certíssimo, tem que reduzir o número de carros alegóricos. O tempo de duração do desfile de cada escola também tinha que diminuir, ficando entre 1h a 1h10 cada desfile.

Desta forma, daria pra padronizar 7 desfiles por dia, com os desfiles começando mais tarde, por volta das 22:00 e acabando perto do começo da manhã.

_________________
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Carnaval 2019 • Mancha Verde campeã inédita em São Paulo e Mangueira campeã no Rio de Janeiro
MensagemEnviado: 12 Dez 2018, 04:13 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Mensagens: 80222
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5492 vezes
Foi curtido: 1617 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
MARINA CARUSO - O GLOBO

Imagem

_________________
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Carnaval 2019 • Mancha Verde campeã inédita em São Paulo e Mangueira campeã no Rio de Janeiro
MensagemEnviado: 16 Dez 2018, 20:17 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Mensagens: 80222
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5492 vezes
Foi curtido: 1617 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
https://extra.globo.com/famosos/novo-presidente-do-salgueiro-confirma-viviane-araujo-no-posto-de-rainha-cara-da-escola-23309503.html

Imagem
Com a notícia da mudança na presidência do Salgueiro, o reinado de dez anos de Viviane Araújo à frente da bateria esteve ameaçado e virou motivo de preocupação entre os fãs da atriz e torcedores da escola da Zona Norte do Rio de Janeiro (a antiga presidente, Regina Celi, além de amiga, era quem mais defendia sua permanência na agremiação).

Mas a presença de Viviane Araújo acaba de ser confirmada pelo novo presidente , André Vaz, logo depois de ele anunciar os irmãos Guilherme e Gustavo como novos mestres de bateria do Salgueiro, no lugar do lendário Mestre Marcão.

"Viviane Araújo é a cara da escola, sempre dedicou-se muito ao Salgueiro e não temos razão para pensar diferente. Já conversamos e confirmamos a presença dela", garante André Vaz, recentemente empossado presidente da agremiação.

_________________
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Carnaval 2019 • Mancha Verde campeã inédita em São Paulo e Mangueira campeã no Rio de Janeiro
MensagemEnviado: 27 Dez 2018, 08:50 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Mensagens: 80222
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5492 vezes
Foi curtido: 1617 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
https://extra.globo.com/noticias/rio/carnaval-prefeitura-reduz-subvencao-da-serie-em-50-pelo-segundo-ano-23329373.html

A tesoura da prefeitura atingiu o carnaval pelo segundo ano consecutivo. Após o corte de 50% na subvenção das escolas de samba do Grupo Especial — que receberão, cada uma, R$ 500 mil em vez de R$ 1 milhão —, a gestão municipal confirmou ontem que pagará apenas R$ 250 mil a cada uma das 13 agremiações da Série A, metade do valor repassado no último desfile.

A Liga das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Lierj), que organiza os desfiles do grupo de acesso, por meio de nota, criticou o novo corte e afirmou que a situação “provoca ainda mais repulsa pelo fato de a Liga não ter recebido qualquer informação direta e oficial por parte do órgão público”.

Ao jornal “O Dia”, o secretário municipal de Casa Civil, Paulo Messina, afirmou que as agremiações pediram a metade do que as escolas do Grupo Especial vão receber, que será de R$ 500 mil. Messina ainda criticou o carnaval: “A prefeitura não é babá de evento comercial. Exceto o Grupo de Acesso e o carnaval da Intendente, as escolas de samba do Grupo Especial têm que se profissionalizar como qualquer grande evento comercial”, afirmou Messina, que, procurado pelo EXTRA, afirmou por meio de sua assessoria de imprensa que a Riotur é a responsável por falar de assuntos ligados ao carnaval.

A Lierj nega que o valor de R$ 250 mil para cada escola atenderia a um pedido do grupo. “Tal quantitativo, se confirmado, será o menor da história da Série A. Em documento entregue ao secretário em outubro, a Lierj reiterou que o dinheiro recebido para o Carnaval de 2018 já foi insuficiente para a produção dos desfiles, uma vez que a verba municipal corresponde a aproximadamente 80% da receita total de cada agremiação. (...) Sendo assim, foi pedido, no mínimo, o restabelecimento do valor de R$ 8.623.460 recebido em 2015”, diz a nota.

Em 2018, o valor para a divisão entre as escolas foi de R$ 6,4 milhões. Em 2016 e 2017, o dobro, R$ 12,9 milhões. Este ano, a prefeitura vai liberar R$ 7 milhões para a Série A e escolas de samba da Intendente Magalhães.

A Riotur, em nota, afirmou que, segundo a Casa Civil, a previsão é que a segunda parcela dos recursos destinados às escolas do Grupo Especial e a verba destinada às escolas da Série A e ao desfile da Intendente sejam liberados na primeira quinzena de janeiro.

_________________
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Carnaval 2019 • Mancha Verde campeã inédita em São Paulo e Mangueira campeã no Rio de Janeiro
MensagemEnviado: 05 Jan 2019, 04:59 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Mensagens: 80222
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5492 vezes
Foi curtido: 1617 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
EXTRA

A Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) conseguiu patrocínio de R$ 600 mil para ajudar a custear os ensaios técnicos do Grupo Especial do carnaval do Rio de Janeiro.

Segundo o presidente da Liesa, Jorge Castanheira, o dinheiro, captado via Lei Rouanet, representa 24% dos R$ 2,5 milhões necessários para garantir a realização dos eventos nos fins de semana de fevereiro.

— Temos autorização para captar cerca de R$ 5 milhões, mas estamos readequando esse valor e mandando para o Ministério da Cultura (agora, Secretaria de Cultura, subordinada ao Ministério da Cidadania) uma redução do projeto de captação para cerca de R$ 2,5 milhões. Estamos tentando reduzir o número de ensaios para encaixar no orçamento — disse Castanheira.

Em 2018, não houve ensaios técnicos no Sambódromo por decisão da Liesa, devido à falta de dinheiro para a festa, que tem entrada gratuita e leva milhares de sambistas e espectadores à Marquês de Sapucaí. Com os R$ 2,5 milhões, de acordo com Castanheira, seria possível fazer ensaios com as 14 escolas do Grupo Especial, sem incluir as 13 do Grupo A, e em menos dias.

O patrocínio obtido até agora, com uma empresa do ramo de latas de alumínio para bebidas, seria suficiente para realizar apenas o teste de luz e som.

_________________
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Carnaval 2019 • Mancha Verde campeã inédita em São Paulo e Mangueira campeã no Rio de Janeiro
MensagemEnviado: 07 Jan 2019, 17:57 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Mensagens: 80222
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5492 vezes
Foi curtido: 1617 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo

_________________
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Carnaval 2019 • Mancha Verde campeã inédita em São Paulo e Mangueira campeã no Rio de Janeiro
MensagemEnviado: 08 Jan 2019, 12:33 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Mensagens: 80222
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5492 vezes
Foi curtido: 1617 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
MARINA CARUSO - O GLOBO

O Ministério Público do Rio de Janeiro vai acompanhar de perto a organização do carnaval de rua. A ideia é prevenir e responsabilizar os órgãos públicos e os blocos tanto pela segurança dos foliões quanto por eventuais danos ao patrimônio da cidade. “O objetivo é integrar governo e sociedade civil”, diz Claudia Turner, promotora do Grupo de Atuação Especializada em Segurança Pública do MP. “O trabalho começou após a repercussão dos atos de violência do carnaval 2018".

A diretoria do Ecad leu aqui a reclamação de Rita Fernandes, da liga Sebastiana, sobre os blocos de rua terem que pagar direito autoral e pede a palavra : “É a principal fonte de renda de muitos artistas, especialmente para aqueles que têm suas músicas tocadas apenas nesta época do ano”.

_________________
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Carnaval 2019 • Mancha Verde campeã inédita em São Paulo e Mangueira campeã no Rio de Janeiro
MensagemEnviado: 13 Jan 2019, 01:20 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Mensagens: 80222
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5492 vezes
Foi curtido: 1617 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
https://www.carnavalesco.com.br/carnaval-2019-prefeitura-abre-inscricoes-para-comercio-ambulante-na-sapucai/

A Coordenadoria de Controle Urbano (CCU) inicia, a partir da próxima segunda-feira, as inscrições para o sorteio público que autoriza o exercício de comércio ambulante na Sapucaí durante o Carnaval 2019.

Estão disponíveis 130 pontos fixos localizados no entorno do Sambódromo, mas ao todo 350 CPF`s serão sorteados – 220 deles para eventual preenchimento do cadastro de reserva.

As inscrições devem ser feitas pela internet, no site da Secretaria Municipal de Fazenda, das 11h de segunda-feira (14/01) até as 15h de quarta-feira (16/01).

As vagas são permitidas para maiores de 18 anos residentes no município do Rio de Janeiro. Será aceita apenas uma inscrição por pessoa física, e o titular pode incluir um único auxiliar no exercício da atividade.

_________________
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Carnaval 2019 • Mancha Verde campeã inédita em São Paulo e Mangueira campeã no Rio de Janeiro
MensagemEnviado: 15 Jan 2019, 04:32 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Mensagens: 80222
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5492 vezes
Foi curtido: 1617 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
EXTRA

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio Noronha, concedeu ontem habeas corpus para o deputado estadual Chiquinho da Mangueira (PSC), preso desde novembro na operação Furna da Onça.

Por questões de saúde, João Otávio Noronha determinou que Chiquinho de Mangueira fique em prisão domiciliar, com monitoramento eletrônico.

A decisão é provisória e ainda será analisada pela Quinta Turma do STJ.

Em sua decisão, o ministro aceitou os argumentos da defesa. Os advogados do deputado alegaram que Chiquinho não estava tendo o tratamento de saúde adequado na prisão. Segundo a defesa, o parlamentar perdeu oito quilos nos últimos dias e corria risco de vida.

Preso em novembro, o presidente da Mangueira foi denunciado em 14 de dezembro por corrupção e organização criminosa, junto com outros nove deputados estaduais.

_________________
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Carnaval 2019 • Mancha Verde campeã inédita em São Paulo e Mangueira campeã no Rio de Janeiro
MensagemEnviado: 16 Jan 2019, 07:22 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Mensagens: 80222
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5492 vezes
Foi curtido: 1617 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
MARINA CARUSO - O GLOBO

Principal patrocinadora do Palmeiras, a Crefisa investirá R$ 1,3 milhão no desfile da Mancha Verde, o que faz da escola palmeirense a favorita do carnaval paulistano este ano.

Já para 2020, a Mancha Verde quer Paulo Barros e estaria disposta a pagar até o dobro do que o carnavalesco ganha na Viradouro — algo em torno de R$ 1 milhão.

_________________
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Carnaval 2019 • Mancha Verde campeã inédita em São Paulo e Mangueira campeã no Rio de Janeiro
MensagemEnviado: 18 Jan 2019, 14:52 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Mensagens: 80222
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5492 vezes
Foi curtido: 1617 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
https://www.carnavalesco.com.br/sambistas-revelam-as-dificuldades-de-fazer-carnaval-na-serie-a-em-2019/

O carnaval carioca vive um dos piores momentos de sua história. A ausência e saída de patrocinadores, aliado aos cortes e atrasos em repasses de verba por parte da prefeitura do Rio, marcam os preparativos para os desfiles de 2019.

Um drama que atinge a todas as agremiações, de todos os grupos.

No entanto, a Série A ainda enfrenta também outras questões. Várias escolas foram despejadas de seus barracões na Zona Portuária, durante o segundo semestre de 2018, e ainda não conseguiram um novo espaço para trabalhar, às vésperas da festa.

Uma situação delicada, agravada pela falta de apoio e negligência dos órgãos e instituições públicas com uma das maiores manifestações culturais do país, além de grande fonte econômica e turística para a cidade e o estado do Rio de Janeiro.

O site CARNAVALESCO ouviu alguns artistas da Série A durante o Grito de Carnaval que ocorreu no último sábado na quadra da Viradouro. Eles relataram um pouco da experiência de como é fazer carnaval em meio a um ano repleto de adversidades.

“Por mais que tentem acabar com o carnaval, não vão conseguir. Nós somos unidos. Carnaval é alegria, respeito, diversidade. Um evento como esse é para mostrar para o estado do Rio de Janeiro, para a prefeitura, que nós somos sim o maior espetáculo do mundo. É lastimável essa situação que a Série A se encontra. É muito triste. Até porque nós lutamos tanto, para chegar hoje e ver que, aos poucos, estão tentando destruir o que conquistamos. Cada dia vai dificultando mais ainda o trabalho das escolas de samba. Mas uma coisa que nós temos é fé. Fé, garra, união e força para mostrar para eles que nós temos condições sim de manter a Série A viva. A palavra desistir não está no samba”, declarou Cintya Santos, primeira porta-bandeira do Porto da Pedra.

Intérprete de uma das escolas de samba mais tradicionais do Rio de Janeiro, Serginho do Porto também teve um posicionamento crítico similar ao da porta-bandeira. E mesmo com todos os problemas, ele se mostrou otimista com o que a Estácio de Sá vai apresentar na avenida em 2019 :

“Se na atual situação já está difícil no Especial, que dirá no Acesso. Todo mundo vai ter que tirar da cabeça o que não tem no bolso. Aos trancos e barrancos a comunidade está se unindo ao trabalho da Estácio e vamos lá. Se Deus quiser, vai dar tudo certo. Com todas as dificuldades, com tudo que a prefeitura do Rio renegando o carnaval do Rio de Janeiro, uma das festas mais bonitas do mundo… Uma hora isso vai acabar. Esse prefeito (do Rio de Janeiro) não vai ser eterno”, comentou.

_________________
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Carnaval 2019 • Mancha Verde campeã inédita em São Paulo e Mangueira campeã no Rio de Janeiro
MensagemEnviado: 22 Jan 2019, 01:19 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Mensagens: 80222
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5492 vezes
Foi curtido: 1617 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
https://www.srzd.com/carnaval/sao-paulo/em-nota-liga-sp-diz-que-vai-vai-sera-responsabilizada-por-caso-de-agressao-ensaio/

Procurada pela reportagem do portal SRzd, a Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo enviou nota na noite desta segunda-feira (21) sobre os acontecimentos da madrugada do último domingo, quando houve a agressão de uma componente da escola de samba Vai-Vai durante o ensaio técnico realizado no sambódromo do Anhembi.

A entidade responsável pela organização dos desfiles dos Grupos Especial, de Acesso 1 e 2 na cidade, informa que a Vai-Vai “será responsabilizada por este acontecimento lamentável e responderá pela postura de sua diretoria e componentes”.

O comunicado, assinado pelo presidente da Liga-SP Paulo Sérgio Ferreira, destaca “que jamais foram registradas cenas como as de ontem durante os ensaios técnicos, que são realizados sempre nos meses que antecedem o Carnaval, em clima de harmonia e confraternização entre os sambistas”.

Leia na íntegra :

“A Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo vem a público expressar o seu absoluto repúdio às cenas de violências que foram registradas durante o ensaio técnico da Escola de Samba Vai-Vai, ocorrido na noite de sábado (19/1). Além dos lamentáveis atos de violência em que um membro da direção da escola agrediu uma mulher houve considerável prejuízo à imagem do Carnaval de São Paulo, o que é inadmissível. A Liga informa ainda, que jamais foram registradas cenas como as de ontem durante os ensaios técnicos, que são realizados sempre nos meses que antecedem o Carnaval, em clima de harmonia e confraternização entre os sambistas. A Liga já abriu uma sindicância para apurar os fatos, e a Escola de Samba Vai-Vai será responsabilizada por este acontecimento lamentável e responderá pela postura de sua diretoria e componentes. Reafirmamos o nosso repúdio à violência e o nosso compromisso com a cidade de São Paulo”.

_________________
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Carnaval 2019 • Mancha Verde campeã inédita em São Paulo e Mangueira campeã no Rio de Janeiro
MensagemEnviado: 24 Jan 2019, 17:46 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Mensagens: 80222
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5492 vezes
Foi curtido: 1617 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
O GLOBO

Berço do samba e conhecido mundialmente por seu carnaval, o Rio de Janeiro enfrenta hoje o desafio de voltar a entrar no ritmo e mostrar que ainda faz o maior espetáculo do planeta.

Em meio à falta de apoio da prefeitura, o skindô carioca anda saindo do compasso, enquanto o de São Paulo avança na avenida rumo à apoteose.

Há quesitos, como organização, em que a folia da Terra da Garoa leva o campeonato. Em alguns números, até supera a do Rio, o que já deixa em alerta os barracões.

Paulistas ganham espaço enquanto a festa daqui tateia em incertezas e, na opinião do historiador Luiz Antonio Simas, ecoa a penúria da própria cidade.

— O carnaval pujante é de uma cidade pujante. O Rio, por muito tempo, teve centralidade política e cultural no país. A folia foi nesse bojo. Hoje, a decadência é não só do carnaval. É da cidade —diz ele.

Sem as controvérsias que as escolas de samba cariocas enfrentam na relação com a prefeitura, por exemplo, as agremiações do Grupo de Acesso I de São Paulo receberão mais repasses municipais (R$ 783,3 mil cada) que as do Grupo Especial da Sapucaí — R$ 500 mil por escola, e sequer há contratos assinados até agora.

Entre os pontos em que São Paulo deixa o Rio sambando sozinho, estão os ensaios técnicos. As escolas que desfilam no Anhembi (a passarela do samba paulistana) começaram a temporada no último dia 11 de janeiro, com uma programação de mais de 60 ensaios até o fim de fevereiro, todos transmitidos ao vivo pelo YouTube.

Já o sambista carioca, que criou essa tradição, está em cadência de espera pelo segundo ano consecutivo. A Liesa conseguiu, via Lei Rouanet, R$ 600 mil para os ensaios. Mas ainda tenta alcançar R$ 2 milhões necessário e garantir que ao menos as 14 agremiações do Grupo Especial façam um teste no Sambódromo. Mas, a 40 dias dos desfiles, nada está decidido. E cada uma tem dado seu jeito, na base do improviso.

A incerteza reflete o aperto no orçamento. De acordo com Jorge Castanheira, presidente da Liesa, em 2013 as grandes escolas tiveram, cada uma, ao menos R$ 6 milhões para os desfiles. Se nada mudar, diz ele, este ano elas terão cerca de R$ 4,5 milhões — sendo R$ 2 milhões de direitos de imagem para a TV, outros R$ 2 milhões da venda de ingressos e R$ 500 mil em repasses da prefeitura. As escolas esperavam receber o dobro do município.

— A palavra hoje é insegurança. Não sabemos quanto e quando vamos receber da prefeitura. Só em dezembro, fomos surpreendidos com a notícia de que, sem um patrocínio da Uber, teríamos R$ 500 mil. Passados os desfiles, temos que repensar muita coisa — diz Rodrigo Pacheco, vice-presidente da Mocidade Independente.

Os ventos sopram mais favoráveis por lá. Enquanto poucas escolas cariocas têm conseguido captar patrocínios, as de São Paulo encontram mercado e portas abertas. No Rio, a Liesa, que precisa de R$ 36,5 milhões par abancar a infraestrutura do Sambódromo durante a folia, perdeu dois grandes patrocinadores.

A Liga SP, por sua vez, deve ter os mesmos patrocinadores de 2018. Desde novembro, as escolas também recebem, em seis parcelas, o dinheiro da prefeitura. Cadas 14 agremiações terá R$ 1,18 milhão. Já no Grupo de Acesso I, serão oito escolas, com R$ 783,3 mil cada. Há verba garantida ainda para as 12 agremiações do Grupo de Acesso II (R$ 186,9 mil cada).

A tranquilidade permite que a Liga SP alce outros voos. Os representantes da entidade fazem questão de ressaltar que não há rivalidade com o Rio. Mas o slogan “Rumo ao maior carnaval do Brasil”, adotado há dois anos, deixa claro que eles não estão para brincadeira.

— No Rio, muitas escolas ainda são profundamente amadoras em sua gestão. Transformaram o carnaval em algo excessivamente caro. E vêm perdendo laços de afetividade com a população carioca —disse Simas.

A situação é ainda mais sombria para as escolas da Série A (a segunda divisão do Rio). A promessa da prefeitura é de R$ 250 mil para cada uma (metade também em relação ao ano passado). Mas ainda não há nada certo. Há anos à espera da construção de uma Cidade do Samba 2, a crise para elas se agrava porque muitas foram despejadas de seus barracões, na Zona Portuária. Na contramão, as escolas de samba dos grupos de acesso de São Paulo já estão nas Fábricas dos Sonhos, que reúne os barracões.

_________________
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Re: Carnaval 2019 • Mancha Verde campeã inédita em São Paulo e Mangueira campeã no Rio de Janeiro
MensagemEnviado: 25 Jan 2019, 05:12 
Offline
Avatar do usuário
Membro

Registrado em: 01 Fev 2009, 19:39
Mensagens: 80222
Localização: Rio de Janeiro (RJ)
Curtiu: 5492 vezes
Foi curtido: 1617 vezes
Programa CH: Chaves
Time de Futebol: Flamengo
EXTRA

Apesar dos impasses com o município, as vendas de ingressos para a Sapucaí estão melhores este ano do que em 2018.

Os camarotes, muitos deles que encalharam no carnaval passado, estão 90% vendidos.

Os grandes camarotes já se esgotaram.

O antigo espaço do supermercado Guanabara, no setor 2, será ocupado pelo Camarote Rio, até então no setor 4, onde este ano ficará o da Itaipava.

Uma novidade na Sapucaí será o Camarote Portela, no setor 3, com vendas abertas pela internet.

_________________
Imagem
Imagem

Imagem
SBT, exiba os episódios perdidos mundiais do Chaves e do Chapolin !
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 

Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Fórum trancado Este tópico está trancado. Você não pode responder ou editar mensagens.  [ 157 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9 ... 11  Próximo

Todos os horários são GMT - 3 horas


Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido

Procurar por:
Ir para: